CCBEU | 04 de nov Sabemos e repetimos milhares de vezes que a experiência internacional pode acrescentar muito no seu currículo.

SAIBA O LUGAR IDEAL PARA FAZER INTERCÂMBIO

Sabemos e repetimos milhares de vezes que a experiência internacional pode acrescentar muito no seu currículo. Mas para isso, você deve se manter atento com o lugar e suas verdadeiras intenções, assim, você evita problemas e claro, casos de desistências e desânimos. Você, na hora de pesquisar o lugar e se decidir, precisa ter a certeza de alguns pontos que são de extrema importância para o seu desenvolvimento lá.

SE CONHEÇA

Por mais que você acredite que será uma boa experiência, isso não se concretizará caso você tenha problemas com sua própria personalidade. O melhor é se concentrar em você, nos seus hobbies, preferências e até os climas que você se sente mais confortável. A equipe CCBEU fez pesquisas e a maioria dos jovens acredita que isso seja uma besteira, mas tenha a certeza: são os detalhes mais importantes.

PERÍODO IDEAL

Especialistas da área da educação afirmam que se o seu nível de inglês é básico, seis meses de curso talvez não ofereça os resultados que você deseja. A opção é realizar algum curso de imersão no Brasil antes de embarcar para chegar mais preparado. Agora, se o seu nível parte do intermediário, você terá boas chances de melhorar seu desenvolvimento na língua. Mas não se esqueça que sua dedicação é o principal para o seu crescimento.

PAÍSES DOS SONHOS

Os países preferidos dos intercambistas: CANADÁ, INGLATERRA, ESTADOS UNIDOS e IRLANDA. De acordo com agências de intercâmbios, os brasileiros que querem passar um tempo fora do país, escolhem esses destinos pelos filmes, músicas e todas as imagens que eles criam desde pequenos pelo que veem.

ÁREAS EM ASCENSÃO

Canadá: Segundo a revista canadense Macleans, a área de TI é uma das que mais empregam no país, tendo a profissão de “Software Engineer” entre as quatro profissões com maior número de oferta de empregos no país e entre as 26 profissões mais bem pagas do Canadá.

Inglaterra: O mercado de trabalho do Reino Unido mudou significativamente nos últimos dois anos, de acordo com análise do Office for National Statistics (ONS) com dados da Economist Jobs Consultancy. As áreas que continuam crescendo são: TI; assistência médica, medicina e enfermagem; engenharia; contabilidade e finanças.

Estados Unidos: Segundo ranking realizado pela consultoria de recursos humanos Glassdoor, as melhores profissões para fazer carreira no país são: Auxiliar médico, Engenheiro de software, Gerente de novos negócios, Gerente de recursos humanos, gerente financeiro e Gerente de marketing.