CCBEU | 08 de abr Trabalhar em cruzeiros pode ser uma opção

Já pensou em viajar pelo mundo e ainda ganhar dinheiro? Trabalhar em cruzeiros pode ser uma opção

Já pensou em viver seis meses ou até mesmo um ano a bordo de um navio? Muitas pessoas optam por esse estilo de vida, afinal, os salários são altos, você conhece vários lugares legais e ainda vai em muitas festas. 

Falando assim parece ser o trabalho dos sonhos, mas nem só de festas vive um navio. A pessoa que pretende mudar radicalmente de vida e encarar esse desafio, precisa ter em mente que serão muitas horas de trabalho e muito tempo longe da família, o que nem sempre é uma coisa fácil.

Contudo, não há dúvidas que esse tipo de trabalho é a melhor opção para quem quer ganhar dinheiro e viajar o mundo todo. Os navios são sujeitos a rigorosas inspeções, logo os horários de trabalho, condições de acomodações e comida tem que seguir um certo padrão de qualidade.

Os horários de trabalho e descanso de cada funcionário também são seguido a risca. Em alguns navios, os tripulantes que trabalham em alguns tipos de funções como: cassino ou teatro podem sair sempre, outros como os responsáveis pela limpeza por exemplo, tem que coordenar suas horas de folgas para que todos os tripulantes possam desfrutar dos destinos. Mas no fim, todos acabam aproveitando alguma coisa de cada local.

 

Pensando nisso, preparamos uma série de informações que todos que optam por esse tipo de experiência precisam saber:

É preciso falar inglês fluente ou pelo menos ter nível intermediário, todas as companhias tem o inglês como idioma oficial, uma vez que cada navio pode ter umas 30 nacionalidades a bordo. 

A idade mínima varia entre 18 e 21 anos, dependendo da companhia e ter disponibilidade para viajar durante seis meses ou um ano.

As jornadas de trabalho são de aproximadamente 11 horas por dia, com períodos de descanso entre os turnos ou em alguns casos muito específicos, uma folga semanal.

Sim, vai ter festa! Os cruzeiros costumam fazer festas para que os tripulantes possam se divertir um pouco, conhecer e interagir melhor com a equipe a bordo do navio.

Se você precisar de tratamento médico a bordo, a companhia é obrigada a prestar toda a assistência médica a tripulação. 

É importante que você faça uma pesquisa e procure agências especializadas nesse tipo de contratação. No Brasil existem várias agências que prestam esse tipo de serviço. Porém, algumas companhias possuem RH e recebem currículos diretamente, sem o intermédio de uma agência.

Todo candidato precisa passar por entrevista em inglês e caso seja aprovado, passar por um treinamento denominado STCW (Treino de Vida a Bordo). 

Os salários para a maioria dos cargos variam entre US$ 500 a US$ 4000, dependendo da companhia, os pagamentos são efetuados em dólares ou euros pagos semanalmente, quinzenalmente ou mensalmente. 

Sim, tem férias! As férias em terra costumam ser de dois meses. 

Para se candidatar a uma vaga em navio, tenha em mente que você vai precisar arcar com alguns gastos que envolvem documentação, exames médicos, transporte até o porto, alimentação durante os treinamentos, roupas, calçados, dentre outras despesas básicas.

 

E ai? Se interessou?

Venha para o CCBEU e se prepare para embarcar nessa aventura!

 

Compartilhe esse post com seus amigos na esperança de espalharmos mais rapidamente essa mensagem.

 

 

Forte abraço e até o próximo artigo!

Ana Flávia, gerente de marketing do CCBEU.