CCBEU | 08 de maio Blog pensar em ingles

Como aprender a pensar em inglês.

Já falamos várias vezes, aqui no blog, que aprender a pensar em inglês é um passo importante no caminho da fluência, mas não é um processo fácil; você não acorda e simplesmente está pensando em inglês, não é mesmo? Então, como começar esse processo? Como começar a pensar em inglês? E se eu te disse que pensar em inglês é um processo natural, assim como pensar em português?

Mas, calma, o fato de você não pensar em inglês não quer dizer que você tenha algum problema de aprendizado. Tente se lembrar de quando você aprendeu português, com certeza tudo ao seu redor estava em português, não é mesmo? Você se esforçou, estudou, mas todo mundo desde sempre falava em português com você, e com o tempo já estava falando e pensando em português. Então, com o inglês acontece da mesma forma.

Mas como aprender a pensar em inglês se a sua exposição ao idioma não é parte do seu dia a dia? Bom, é aí que entram as nossas dicas. Você vai precisar exercitar o idioma em sua mente, assim como exercita qualquer outro músculo do seu corpo. Separamos algumas dicas para tornar esse aprendizado mais fácil e sem sofrimento. Vamos lá.

NÃO TENHA MEDO E NEM VERGONHA

Também não é a primeira vez que falamos disso aqui, o medo e a vergonha são paralisantes e podem atrapalhar qualquer processo de aprendizado. Aprender qualquer coisa leva tempo e dedicação, por isso não precisa ter vergonha do seu processo porque, com certeza, todo mundo que é fluente já passou por isso também.

Aproveite seus erros para aprender com eles. Traduzir tudo ao pé da letra é o que mais causa os erros mais comuns do aprendizado. Então, por que não parar de traduzir tudo e tentar compreender o contexto hein? Assim você vai errar menos, ter menos vergonha e aprender de maneira mais efetiva.

MERGULHE NO IDIOMA DIARIAMENTE

Faça da língua inglesa o seu universo; separe um tempo todos os dias para fazer uma imersão completa no idioma. Já falamos de ver séries, ouvir músicas, ler livros em inglês, mas não basta fazer isso se você não imergir no idioma de verdade. Tem que assistir com atenção, analisar os personagens, as falas, prestar atenção na estrutura dos diálogos. Se você apenas assistir, sem de fato prestar atenção nos detalhes, não vai fazer muita diferença no seu processo de aprendizado.

MUDE O IDIOMA DAS FERRAMENTAS AO SEU REDOR

É necessário mudar pequenos hábitos diários, incluir de fato o inglês na sua rotina.. Mude o idioma do seu celular, mude o idioma das redes sociais que você utiliza diariamente, anote a sua lista de tarefas diárias em inglês.

Outra dica muito legal é tentar escrever um diário em inglês. Conte os acontecimentos do dia em inglês e, assim, você vai se familiarizar com as coisas rotineiras em inglês. Lembre-se dos pequenos detalhes, eles fazem a diferença nesse processo.

SPEAK UP

Fale sozinho. Quem estuda inglês precisa falar e falar muito, falar com outras pessoas e, até mesmo, falar sozinho. Quanto mais vocabulário você conseguir alcançar, mais fácil será formar frases. Tente pensar em situações, imagine diálogos e comece a falar.

Falando sozinho você vai experimentar de fato a fluidez do idioma, isso porque não há ninguém por perto para te corrigir e você não vai ficar com vergonha.

ESCREVA TODAS AS SUAS DÚVIDAS

Quando você estiver conversando sozinho, ou fazendo qualquer atividade e surgir uma dúvida, anote para checar depois. Se for uma dúvida de vocabulário, procure a definição da palavra em um dicionário inglês-inglês, assim você aprende uma palavra nova e entende o sentido da palavra ou expressão.

 

Vamos começar a pensar em inglês?

 

Compartilhe esse post com seus amigos.

 

Forte abraço e até o próximo artigo!

Ana Flávia, gerente de marketing do CCBEU.