CCBEU | 24 de nov Você sabia que até os 4 anos de idade o nosso cérebro funciona como uma biblioteca? Quando nascemos começamos a “ganhar livros”, que no caso são as informações e experiências.

A IDADE CERTA PARA O SEU FILHO APRENDER UMA LINGUA ESTRANGEIRA

Você sabia que até os 4 anos de idade o nosso cérebro funciona como uma biblioteca? Quando nascemos começamos a “ganhar livros”, que no caso são as informações e experiências. Mas como toda biblioteca que está sendo montada, não existe ninguém específico para guardar cada livro em seu devido lugar.

Isso acontece porque o hipocampo, que é a parte responsável pela memorização de longa duração, não está completamente desenvolvido.  Esse amadurecimento só acontece entre os 4 e 6 anos e é nesse momento que a criança vira sua própria bibliotecária.

Antes da formação completa do hipocampo, a criança aprende uma ou outra palavra em inglês e isso é consideravelmente bom. Ela aprenderá partes da tabuada, letras do alfabeto e números. Mas não se esqueça que logo mais ela se tornará sua própria “bibliotecária” e eliminará aquilo que ela não julga interessante, ou seja, aquilo que ela não usa.

Até os 6 anos, explica Mazza, a criança aprende diferentes línguas de maneira uniforme, como se elas fossem um pudim. “Se for exposta a três idiomas, as relações semânticas e sintáticas de todos estarão integradas, e ela terá facilidade de usar os três ao mesmo tempo”, diz.

Depois dos 6, cada língua é separada em uma estrutura diferente. “Em vez do pudim, temos waffers”, afirma o especialista. Cada idioma novo faz interface com o antigo, em camadas. Por exemplo: se você aprende inglês, a interface será com o português. Se, mais tarde, você aprende francês, a interface será com o inglês, não com o português. É por isso que, no curso de francês, por exemplo, você se lembra primeiro da palavra em inglês, para depois lembrar dela em português.

Com o passar o tempo, o cérebro da criança vai se comprometendo com a língua materna e dificultando o aprendizado de um novo idioma, mas continua aberto aos idiomas aprendidos em momentos anteriores. Então, quanto antes o seu filho aprender inglês é melhor. Contando que você, como pai, faça seu papel.

Crianças precisam sempre serem estimuladas e não podem esquecer o que estudam, ou seja, além de estudar nos centros de inglês ou outra língua estrangeira, elas precisam estar estudando de maneira natural em casa. Vídeos, músicas, joguinhos…são soluções para os pais que ainda não sabem como fazer.